sábado, 16 de junho de 2012

Funambular

Viver o dia-a-dia como se andasse sobre uma corda bamba cansa.
Fisicamente, porque se tem que manter uma força e um equilíbrio tremendos para não cair.
Mentalmente porque vive em nós o receio de que não haja rede de segurança lá em baixo. E pior ainda quando sabemos que não há mesmo.

2 comentários:

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

O pensamento é muitas vezes nosso inimigo. Quanto mais atenção lhe dermos mais preocupações até surgir um medo que na maioria nao tem razão de existir...

Por vezes devemos simplesmente ser. O pensamento é como as nuvens: nao sbae porque se move nesta ou naquela direcção... cabe-nos orienta-lo a nosso favor e nao contra nós...

um beijinho amigo :)

Flow disse...

Sei do que falas. Há dias que também eu me sinto exausta dessa tal de corda bamba... :)
Beijinho