domingo, 7 de dezembro de 2008

Voar


Não é fácil quando as asas se quebram.



Não há leis para te prender
aconteça o que acontecer

5 comentários:

Fadinha da Sombra disse...

As asas não se quebram, apenas se esquecem como voar...
Anima-te!

Beijitos :)

XR disse...

Por vezes quebram, sim, minha querida Fadinha ... quando os vendavais são demasiado fortes.

[ rod ] disse...

Nada preso sobreviverá ao tempo...

Calma que a ti volta.

Abçs meu caro,





Novo Dogma:
puni(A)ção...


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

Maguetas disse...

Há sempre ligaduras, beautiful siss...

Anónimo disse...

Não é fácil quando as asas se quebram,
Não é fácil quando um amor acaba,
Não é fácil quando uma amizade se perde.
Não há leis que prendam ninguém, aconteça o que acontecer, o que resta por vezes é a tristeza de termos confiado em alguém, em alguém que, tão depressa como surgiu na nossa vida, se tornou em ninguém para nós.
Aí só nos resta dizer adeus.
Mesmo sem perceber porquê, mesmo sem saber o que aconteceu, mesmo sem saber nada de nada...
Adeus.